Paulo Cadeiras | Entrevista | Culturismo | Portugal

Nome : Paulo Jorge Ramos Sousa Cadeiras.

Idade : 40 anos.

Anos de treino : 5 anos, mas 3 a sério.

Peso : 71.2 kg em prova no Regional Sul 2015. Normal entre 75-80 kg.

Altura : 1.65 cm, mas no regional descobri que estou mais pequeno, 1.64 cm 🙂

Objectivo : Apresentar-me cada vez melhor.

Preparador : Luís Postiga

Patrocínios : Neste momento não tenho.

Página do atleta : clica aqui

O que te fez mudar de estilo de vida ? 

Há um dia que todos nós caímos em nós e esse mesmo olhar torna-se diferente, ou seja, todos os dias te olhas ao espelho e te vês obeso mas nesse dia, não obstante de te veres obeso na mesma, o pensamento que o teu cérebro descodifica depois do teu olho lhe enviar a imagem, esse sim, é diferente! Diria eu que é um pensamento de “caca” 🙂 E eu sempre fui desportista, joguei muitos anos futebol, diria que sempre tive um c10887466_1578662065679112_3950442174038332875_oorpo cuidado. Não poderia deixar continuar-me assim. Início de 2013 foi a viragem por completo nas minhas rotinas alimentares e de treinos.

Qual é o teu tipo de alimentação ?

A alimentação basicamente é a que todos ouvimos, boas fontes de proteína, carnes magras, alguma de vaca, batata-doce, arroz, frutos secos, claras, ovos etc. O que todos nós já ouvimos milhares de vezes. O que eu faço é durante as várias fases de bulk ou cut restringir alimentos. Dou exemplo, em bulk gosto de comer queijos, iogurtes, em cut restrinjo. Em bulk como batata branca a dita inglesa, em cut só doce. E por aí fora. Não restrinjo qualquer grupo alimentar mas sim alguns alimentos dentro desse grupo como referi acima. Pão!! Adoro pão! 🙂 🙂 …mas só em bulk e pouco. Faço cheatmeal uma vez por semana e uma refeição apenas. Faço 6 refeições mas já cheguei a fazer 7. Penso que o normal sejam 6 e é assim que me sinto bem.

O Paulo começou a dar muito trabalho a partir do momento em que começou a ser rigoroso com a alimentação ?

Vera – No início sim! É uma vida totalmente diferente e ainda por cima tudo diferente! Pesar comida? Comer sei lá quantas vezes por dia? E depois como não há prática, fazíamos o comer a cada 3 horas! Hoje não, tudo é mais fácil! Levar comida para a rua? Ainda houve e claro várias chatices, mas coisas que rapidamente são ultrapassadas com os resultados que ele ia tendo e com a prática a preparar as coisas.

Quem prepara mais vezes as refeições ? Existe trabalho de equipa ?

Vera – Normalmente sou eu que faço mais vezes as comidas, acho muito importante e falo para todas as senhoras que estejam no meu lugar que, para eles não é uma forma de os livrar do trabalho mas sim lhes dar indicação que estamos ali mesmo para os apoiar. Sim, se eu tiver que fazer alguma coisa na hora da preparação das refeições o Paulo prepara tudo, existe sim um trabalho de equipa, pois fora isso há os filhos para tomar conta 🙂 As compras são feitas sempre por mim, pois o meu trabalho permite-me que possa durante o dia fazer esse tipo de trabalho. A loiça normalmente a máquina é nossa amiga 🙂 🙂

Paulo – Apenas para acrescentar que ela é o meu Mundo e sim, é um enorme suporte e sem ela tudo seria muito difícil de gerir.

Qual é a vossa rotina na hora de preparar marmitas ? 

Vera – Normalmente aproveitamos a última refeição para preparar logo as refeições, ou seja, enquanto jantamos estão os peitos de frango a grelhar, o arroz a ser cozinhado caso seja necessário para o dia seguinte. Fazemos tudo ao mesmo tempo 🙂

Paulo – Se for batata-doce normalmente às 6:00, coloco no micro-ondas enquanto preparo a primeira refeição. As marmitas já ficam feitas no frigorífico e é só colocar depois a batata.

Sendo Culturista, investes com certeza algum dinheiro em suplementos e alimentação. Como geres estes gastos ? Onde compras os suplementos ?

Eu diria que o mais difícil é gerir a nossa cabeça em relação aos suplementos. Explico! O Marketing está cada vez mais forte e cada vez mais se vê produtos novos. Eu gastava imenso dinheiro no início, queria experimentar tudo. Há que saber filtrar bem o que realmente necessitamos. Consigo gerir bem porque lá está, compro apenas o que preciso para as várias etapas. Não me deixo ir em marketing 🙂 Compro tudo na Nutriforce e lá está, o Jorge é daquelas pessoas que me diz assim, “Paulo, não leves porque isso não precisas, não te vai fazer mais do que o que já estás a tomar.” Pessoa séria! 🙂

Que dicas tens a dar ás pessoas que não têm possibilidades financeiras para comprar suplementos ou investir muito dinheiro na alimentação ?

Bom, aqui terão de escolher sempre uma ou outra. Eu diria que as pessoas têm de comer, sendo assim penso que devem investir primeiro na alimentação, ela é a chave do sucesso. Quem não conseguir suportar um plano alimentar então sou sincero, esqueça os suplementos. Mas ainda vou mais longe, quem não conseguir suportar os custos na alimentação também não pode exigir muito de si e do seu corpo. Sou honesto nisso e não vamos iludir, quem não come, não pode crescer. Pode sim ficar top, isso sim, mas massa muscular tem de ter alimentação por trás. Mas ok, tentem sempre escolher boas fontes de proteína, aproveitem as promoções que todas as semanas há.

11129793_1612456835632968_537661250032446332_n

Quantas vezes por semana treinas ?

Costumo treinar 6 vezes por semana, mas já sei que o meu novo preparador, o Luís Postiga não é muito adepto disso, fico à espera do plano depois do Nacional. Treinava com o meu colega que hoje treina só, pois está a seguir um plano também do Luís Postiga para chegar a palco em Men’s Physique. Como tal os nossos caminhos vão se separar.

A partir do momento em que começaste a treinar e a ver resultados no teu corpo, ganhaste mais auto – estima ?

Sem dúvida e acho que é normal. E sim, um certo ego de principiante apodera-se de ti, mas aí vai prevalecer o caracter da pessoa. Eu dei-me bem, penso que sim, venci o ego 🙂

O que não pode faltar na tua mala do ginásio ? Que estilo de musica ouves enquanto estás a treinar ?

Não pode faltar as calças 🙂 🙂 🙂 🙂 Já tive de fazer 150 km’s porque me esqueci delas em casa, história macabra 🙂 Agora a sério, não tenho nada em especial, o normal, os produtos de higiene pessoal e a roupa. A minha música preferida vai do Hard Rock até aos que partem os ouvidos com as vozes bem grossas.

Quais são os teus rituais antes, durante e depois do treino ?

Os mais importantes e que se podem bem chamar de rituais pelo número de pessoas que não os fazem! Aquecimento e alongamento!

Com certeza tens de lidar com comentários menos positivos em relação ao teu corpo. Como lidas com estas situações ?

Antes mal, respondia, hoje nem os colecciono. Prometi na minha página aos meus seguidores e agora aqui aos meus leitores que não perderia nunca mais 1 segundo com eles.

E quando não praticavas musculação, olhavas com maus olhos a pessoas como tu ? (no presente). Pessoas dedicadas, lutadoras e que gostam de músculos ?1276294_1420185854860068_1116157452_o

Nunca! Isso é um pouco retrógrado, cada um é como é, e por isso cada um nasce com um cérebro!

O que é que as tuas amigas dizem sobre o teu “novo marido” ? eheheh 🙂

Vera – Umas acham ele todo bom, outras acham que é um exagero e outras não dão opinião. Sinceramente eu acho que ele é mesmo todo bom 🙂

Qual é a mensagem que queres passar para as pessoas que não entendem o teu estilo de vida?

Os meus pais ensinaram-me valores e um deles foi ser sempre cordial com todos. Eu compreendo que as pessoas não entendam este estilo de vida e quando me dizem ,“ Fazes sacrifícios porque queres”. Eu repondo, e tantos que fazemos obrigados e sem querermos. São apenas opiniões nada mais.

Começaste com o atleta Francisco Ramalho mas agora estás com o Fábio Moreira. Podes resumir esta passagem ?

Comecei em 2013 com o Francisco Ramalho com um excelente resultado. Depois quis ficar só, dei-me bem, aprendi muito com ele, somos bons amigos. Em Agosto de 2014 parti na aventura de preparar para palco em 2015 com o Fábio Moreira, mas não correu bem, e sobre isso quero mesmo enterrar bem fundo. O Francisco levou-me até à última semana antes da prova mas devido a alguns problemas o Luís Postiga pegou em mim a 8 dias da prova com o trabalho de pré competição para fazer e colocou-me lá e fui campeão. Será com ele que ficarei a trabalhar.

De onde partiu o desejo pela competição ?

O desejo foi sendo alimentado por todos os meus seguidores que me apoiavam a subir e isso foi notório. Depois o ponto-chave foi a promessa do Fábio Moreira em me colocar em palco. E claro, a aprovação em casa é mais que importante, tens de ter esse apoio. Sinto-me muito bem, foi um sonho realizado depois de tantas adversidades.

E porque nem tudo é um mar de rosas, quais são os aspectos negativos que encontras neste estilo de vida ?

Poucos, eu diria poucos. Podes sair com os amigos? Podes! Podes comer com eles? Podes! Porque dias não são dias e há quem faça disto uma cartilha! Nada disso amigos, uma coisa é a poucos meses e dias de uma competição, e outra é durante uma fase de bulk ou manutenção em que podes sim, estar um pouco mais solto nas rotinas alimentares. Vivam primeiro! Sem stress!

Quais são os atletas de culturismo que mais admiras ?

Admiro todo o atleta que se enquadre dentro do espírito desportivo e não egocentrista. Por respeito por todos e pelo desporto em si, guardo para mim os nomes 🙂

Qual é o feedback deste teu primeiro campeonato ? É uma experiência a repetir ?

Tem sido espectacular! Tem sido realmente um sonho vivido dentro de um sonho. Entrei na categoria Masters e ganhei a categoria no Regional Sul 2015. Sinto-me muito bem, depois de tudo e os contratempos que tive acho que esta recta final com a ajuda do Luís Postiga e o resultado veio-me dar ainda mais motivação para prosseguir. O feedback tem sido excelente, mas aqui vou ser parco em palavras por respeito pelos meus colegas que tiveram comigo em palco. Mas penso que mereci a vitória. Sem dúvida que vou repetir já no Nacional na mesma com o espírito de aprender. Depois paro e dou início a um trabalho já com cabeça para mais tarde aparecer com melhor qualidade.

Qual é a influencia/importância da tua esposa em relação aos teus objectivos com a musculação e na vida em geral ?

paulo e veraHá uma música dos Bon Jovi com o nome In these Arms que tem uma passagem :

“Baby I want you like the roses want the rain,

You know I need you like a poet needs the pain.

And I would give anything. My blood, my love, my life.

If you were in these arms tonight.”

Eu apenas mudoin these arms forever and ever! 🙂 é tudo para mim!

 

Qual é a opinião dos vossos filhos em relação ás mudanças do Paulo ?

A Daniela não gostava no inicio mas hoje já se habituou. O mais novo vai fazer 3 anos e ainda não tem opinião, mas quer muita “Pótina” diz ele, para ficar “foti” como o pai 🙂

Qual é a sensação de ter um Pai forte, com músculos e quem tem o apoio de muitas pessoas ?

Daniela – É bom o meu pai ser reconhecido e eu gosto muito dele.

Vera, qual dos Paulos preferes ? O Sedentário ou o Bodybuilder ?

Vera – O Bodybuilder sem dúvida, muito chato e rezingão mas eu adoro-o assim 🙂 As diferenças são imensas não só no aspecto físico mas sim na sua própria mobilidade e na sua saúde.

Como pais qual é a mensagem que pretendem passar aos vossos filhos?

Tentamos passar sempre valores morais, penso que isso é a base para a construção de um ser humano correcto. Depois disso penso que há uma grande margem de progressão na vida.

Qual é a mensagem que queres passar ás pessoas que te acompanham, quer gostem ou não de ti, e dos teus pontos de vista ?

Queria deixar uma mensagem a todos. Só não somos felizes porque exigimos muito dela! Apenas isto. Sejam felizes com o que podem ser felizes. Beijos e abraços deste velhote.

Página do Atleta clica aqui

Obrigado Familia Cadeiras ! 😀