Sofia Sousa | Bikini | Portugal

6Nome -Sofia Sousa

Idade – 23 anos

Peso – 49,6 Kg

Altura – 1,58 m

1.1  Quanto tempo de musculação ?

Faço musculação há cerca de 3 anos e meio mas antes de descobrir esta paixão sempre tive de me sentir activa ocupando o meu tempo, desde pequenina, com ballet, dança Jazz, ginástica acrobática e aulas de grupo no ginásio.

1.2 Quando é que começaste a ter cuidados com a alimentação ?09b8eba2-eaf7-4d09-8fb9-5b0391edb7ca_zps3u37hcoh

Desde há 3 anos atrás quando comecei a praticar musculação. No entanto, na altura era acompanhada por uma nutricionista mas que não me direccionava para uma alimentação adequada ao meu objectivo que era ganho de massa muscular.

Comecei a estudar nos meus tempos livres, para além da veterinária, um bocadinho do mundo da nutrição. Recorria a livros, artigos científicos, sites médicos e a pessoas experientes na área. Aprendi muito mais com estas pessoas do que com alguns livros e artigos. Em conjunto com o que ia estudando também comecei a aprender a ver como o meu corpo respondia, consoante os meus objectivos no momento, a certos tipos de alimentos, começando aí a pôr em prática o que tanto me falavam e eu lia da chamada “lei do individualismo” em que cada corpo é um corpo acabando sempre por responder de forma diferente.

Durante o primeiro ano de treino e enquanto ia estudando acerca dos cuidados alimentares, pode-se dizer que me sentia perdida e com perguntas como “será que não faz mal?”, “a que horas devo comer isto?”, “será que é a quantidade certa?”.

Após este ano de descoberta e aos “apalpões” quer nos treinos, quer na alimentação decidi recorrer à ajuda de um treinador que me acompanhou durante 2 anos (2012-Setembro 2014) tanto a nível de treinos, como alimentação e suplementação, tendo sido a partir daí que aprofundei os meus cuidados alimentares, direccionando-os sempre para os meus objectivos.

 

31.3 Quantas refeições fazes por dia ? 

Faço 6 a 7 refeições diárias, variando as quantidades consoante a fase em que me encontro. Sei que há muitas pessoas que preparam a comida ao domingo para a semana toda, mas eu prefiro sempre cozinhar à noite a comida do dia seguinte. Preferidos e que não me pode faltar esteja eu onde estiver são a aveia, claras, frango, batata doce e arroz.

1.4 Indica-me três pratos que mais gostas de comer fora da dieta.  

Esta pergunta é um crime J sem dúvida que tenho de incluir o sushi logo em primeiro lugar porque eu sou suspeita escolho sempre para cheat meal, nas alturas que a tenho, um grande rodízio de sushi. Outro tipo de comida que adoro é comida Italiana, adoro massa. E por último cheesecake!! Nunca fui uma pessoa gulosa mas por incrível que pareça após me tornar uma pessoa muito controlada na alimentação o meu corpo pregou-me a partida de me tornar gulosa.

II

2.1 Sofia, qual é a tua relação com a musculação/exercício físico ? É algo recente ou sempre esteve ligado a ti ?

Como disse antes, a musculação em si podemos dizer que é algo recente. No entanto, sempre gostei de exercício físico. Sou uma pessoa que gosta de se testar, chegar perto do limite físico. Nunca fui pessoa de não me manter ocupada e por estranho que pareça adoro ter horários, uma rotina. Desde pequena que gostava de saber que às 16h saía das aulas e tinha ballet ou que a minha hora de recreio do almoço era ocupada na ginástica.

2.2 Até agora, quais foram as mudanças físicas mais significativas que tiveste ?

Sinceramente não foram as mudanças mas sim A mudança! Mudei em tudo desde que comecei a fazer musculação. Antes de mudar o meu estilo de vida, tive uma doença que me fez perder muito peso, muita noção da realidade e pior de tudo muita auto-estima como mulher. Aliado a este problema estava o facto de ter perdido na mesma altura uma das pessoas mais importantes da minha vida e que tanto me ensinou, a minha avó materna.

Obriguei-me a mudar, ou pelo menos, procurei começar a mudar. O ginásio era um escape para a cabeça e um local rodeado de espelhos que me fazia ver que não era assim que eu queria estar.

No geral tudo em mim mudou significativamente mas posso dizer que o que gostei mais de mudar foram as costas, os ombros e claro está o glúteo.

2.3 Quantas vezes por semana costumas treinar ? Treinas sozinha ? Qual é o teu treino favorito ?

Treino, neste momento, 5 vezes por semana. Descanso à quinta e ao domingo, sendo que na verdade só descanso dos pesos porque em ambos os dias estou na clínica veterinária a estagiar.

Treino duas vezes por semana com o meu preparador actual, o Rui Miguel Ferreira mais conhecido por todos nós como Ruizinho, no FitCenter em Massamá. As outras três vezes da semana treino sozinha, no ginásio GIM em São João do Estoril, mas sigo sempre um plano de treino orientado pelo Rui e a equipa FCoaching.

Sem dúvida que o meu treino favorito é o de quadríceps e glúteo J

2.4 Vi no teu IG que vais competir, conta-me tudo sobre isso, ou então, aquilo que puderes partilhar claro 🙂5

É verdade, parece que finalmente ganhei “coragem” para me pôr de novo à prova! Vou competir no campeonato nacional em Maio na categoria bikini.

Sempre gostei de uma boa competição, digamos uma competição saudável. Mas como já disse sempre gostei de me desafiar, ter uma data, hora, um prazo a cumprir.Sabe bem estabelecer um objectivo e quando lá chegamos, independentemente do resultado, olharmos para trás e sabermos o caminho que percorremos, os esforços que fizemos, as pessoas com quem contámos, as que deixámos de contar, mas acima de tudo sabe bem saber que tentámos e pelo menos crescemos.

Desde que faço musculação que vou às provas apoiar tanto amigas como amigos e fico sempre perplexa com o trabalho e dedicação de todos deles, vibro com o momento deles e questionei-me porque não haveria um dia de vibrar com o meu próprio momento. Iniciei a minha preparação em Outubro de 2014, contando desde aí com a ajuda da FCoaching e do Ruizinho. Havia e vão havendo muitas arestas a limar e é esse trabalho que eu gosto. Até agora estou muito contente com os meus resultados e com as metas que tenho atingido. Veremos o que Maio me reserva J

2.5 Que diferenças tens a apontar desde que começaste a ser acompanhada para competiçao ?

Posso dizer que desde que comecei o acompanhamento para a competição só tenho a apontar diferenças positivas.

Existem parâmetros como a força de vontade que somente dependem de nós e nada tem a ver com acompanhamento. Quanto a este ponto posso dizer que a minha força de vontade aumenta a cada dia que passa, podendo dizer que me tenho surpreendido, e muito!

No que toca ao acompanhamento notei, por exemplo, diferença no rigor e planeamento dos treinos. Isto é durante x tempo somos direccionados a fazer um tipo de treino (ex. Resistência) e posteriormente já é necessário mudar o plano completamente (ex. Hipertrofia). Dei por mim a respeitar tempos e ciclos de treino obrigatórios para chegar a um resultado com sucesso. Outra diferença que notei foi a preocupação da equipa para que o meu corpo não estagnasse, conseguindo isso a partir de mudanças de treino/alimentação/suplementação mensalmente. A minha auto-avaliação mudou. Troquei os números da balança pelos espelhos de casa e os centímetros da fita métrica. Agora a maior diferença de todas é ter constantemente alguém a avaliar-me e a apontar o que necessito melhorar e o que tenho de manter. Naquele momento damos verdadeiramente conta do nosso esforço semanal/mensal e apercebemo-nos que temos pessoas ao nosso lado que nos chamam à realidade e nos dão pequenos empurrões para prosseguirmos, uma vez que existem momentos (e eu tenho-os muitas vezes, não sou de ferro) que nos questionamos se estamos a ir bem.

Não é vergonha para ninguém, ou não deveria ser, admitir que não se sabe tudo. Estamos constantemente num processo de aprendizagem e era essa aprendizagem e apoio que eu procurava quando decidi procurar a ajuda de alguém que para além de estudos tinha a experiência, pois está provado que esta última é a que importa!

2.6 Quais são os atletas que tens como referência ? Quais são as categorias de competição que mais gostas ? 

Cá em Portugal, dentro da categoria que irei participar (bikini fitness) sem sombra de dúvidas que uma das minhas referências (e os resultados do ano de 2014 falam por si) é a minha querida amiga Elsa Pena. Não posso deixar passar ao lado outros nomes como as atletas Roquy Morais e Bruna Lopes. Apesar de se tratar de uma mudaça de categoria (de bikini fitness para body fitness) não posso deixar de fazer referência a uma pessoa que me tem ajudado muito também, a Ana Fragoso!

Fora de Portugal, tenho sido surpreendida a cada ano que passa, por atletas que me motivam, tais como: Lone Noras (Norueguesa), Maria Paulette (Espanhola), Ana Delia de Iturrondo (Porto Riquenha), Nathalia Melo (Brasileira).

Óbvio que a categoria que mais gosto é o bikini fitness mas também tenho uma grande grande paixão por uma categoria chamada de “Fitness” que infelizmente não existe em Portugal e que concilia tanto o trabalho muscular como a arte da ginástica acrobática. Como modelo desta categoria temos a grande Oksana Grishina. Quanto à competição masculina sem sombra de dúvidas que a que mais gosto é a de culturismo, dando-me especial gosto ver o trabalho, esforço e dedicação dos “Master” como o senhor Carlos Rebolo.

III

3.1 Quais são os objectos que não podem faltar na tua mala do ginásio ?

O básico como umas calças, top, ténis, garrafa de água e os meus phones.

O que nunca me pode faltar é a força de vontade e gosto pelo que faço J

3.2 Qual é a tua definição de fitgirl ?

Sei que para muitos essa definição é feita maioritariamente, se não toda, a partir de uma avaliação exterior. No entanto para mim esse conceito é avaliado para além de toda a escultura da pessoa. Uma fitgirl sabe viver porque faz aquilo que gosta e não porque responde a modas! Sabe ter uma alimentação equilibrada mas também sabe controlar-se quando tem de responder a certas vontades/devaneios do corpo. Sabe organizar o dia de modo a que não só consiga cumprir com as suas responsabilidades como fazer o que lhe dá gosto. Sabe motivar os outros mas também sabe que por vezes é ela que precisa de alguma motivação.

3.3 Que mensagem tens a dar ás meninas que estão a começar a ter cuidados com alimentação e a fazer musculação ?a3902e8d-d2af-4962-8bb2-1312038ed297_zpsci6jdcl9

A grande mensagem, e que por muito que não acreditem nas imensas pessoas que já devem ter dito o mesmo, é que tudo isto é um processo que demora. Demora mas vale a pena e muito!! Não esperem resultados em semanas, meses e lembrem-se que o essencial é acreditarem em vocês mesmas. Tal como eu li “If you realized how powerful your thoughts are, you would never think a negative thought”. Façam por vocês e não porque têm de mostrar a alguém. Impressionem-se a vocês mesmas e não tenham medo de desiludir ninguém a não ser vocês mesmas! A luta é vossa.

Custa a todas ao início a alimentação e as dores no corpo, mas é com persistência e luta interior que toda essa alimentação acaba por começar a fazer parte de nós na realidade e essas dores no corpo acabam por ser um alívio na nossa consciência pois sabemos que o treino do dia anterior foi top!

Não tenham vergonha ou receio de procurar ajuda de quem sabe e antes de procurarem informem-se junto de outras pessoas se o acompanhamento em questão é profissional porque infelizmente hoje em dia há muitos acompanhamentos mas somente alguns trazem resultados. Não deixem que o nome, fama, baixo custo sejam o motivo dos vossos poucos resultados e posterior motivação. Tentem sempre procurar a ajuda certa 😉

3.4 Queres divulgar algum serviço ou organizações ? Agradecimentos a alguém ? 

Quero aproveitar para dar a conhecer a equipa que me acompanha desde Outubro de 2014 e que é responsável por toda a minha mudança neste tempo e decisão em competirFCoaching. Levada a cabo pelo atleta Ruizinho, pela Sónia Fernandez e pelo Ricardo Ferreira, acompanha tanto atletas como não atletas em qualquer parte do país. Neste momento encontra-se a preparar alguns atletas para várias categorias, tanto mulheres como homens, mas também algumas amigas minhas que somente queriam mudar e aprender a ter um estilo de vida saudável. Posso dizer que neste momento encontram-se todas muito contentes com os resultados e melhor de tudo voltaram a ter a auto-estima que já não se recordavam que tinham. Aproveito para deixar o email da equipa: oteucoach@gmail.com, ou então podem ter contacto com a mesma através do Facebook: aqui

Quero agradecer também ao ginásio Get in Motion (GIM) em São João do Estoril, que é onde treino e foi onde criei este bichinho da musculação, cresci, aprendi e fiz bastantes amizades que ainda hoje após um longo dia de trabalho são essenciais para me dar um sorriso que indica um “continua, estás a ir bem!”.

Assim como ao GIM quero agradecer o FitCenter em Massamá que é onde treino com o meu preparador Rui Miguel Ferreira, desde Outubro.

Agradeço também a todas as pessoas, algumas que ainda estão comigo outras não, que me ajudaram ao início e ensinaram-me todas as bases que tenho até ao momento, tanto a nível nutricional, como de treinos e psicológico.

À minha mãe, pai e irmã um grande obrigada porque apoiaram-me sempre nas minhas decisões e ensinaram-me sempre a ter calma e a não me precipitar nas decisões que tomava. Ao meu avô (EXCELENTE cozinheiro) um grande obrigada por todas as palavras de força e por todas as alterações que faz nos seus excelentes pratos para que eu também possa comer.

Agradeço ainda aos meus amigos que souberam e sabem respeitar o meu estilo de vida.

A ti Joana, um obrigada do tamanho do mundo por teres mostrado interesse no meu estilo de vida e por teres proporcionado esta oportunidade de dar a conhecer um bocadinho de mim e do meu trabalho, procurando desmistificar algumas questões, nomeadamente o facto de haver tempo para tudo, basta a força de vontade ser capaz de mover marés!

Obrigada Sofia 😀

Acompanhem o instagram da atleta aqui  @sofia_fsousa